Iago Costa

Membro
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    2

Iago Costa ganhou no último dia Fevereiro 23

Iago Costa teve o conteúdo mais curtida!

Reputação

3 Neutral

Sobre Iago Costa

  1. XENON OEM VS XENON AFTERMARKET

    Antes de tudo, gostaria de deixar claro que não sou um engenheiro, mecânico ou algo do tipo. Não possuo formação nessa área, mas pelas experiências que tive ao longo dessa vida de retrofit, consegui aprender algumas coisas que julgo serem corretas e que serão de grande valor para os leigos no assunto. Fiquem a vontade para opinar e perguntar. Responderei dentro do que sei. E caso achem algo errado no que falei ou terem alguma informação nova, por favor falem, pois não sou o dono da verdade. Muita gente já deve estar se enrolando no título do tópico, sem saber o que é “Aftermarke” e “OEM”. Vamos lá: Aftermarket: Falando de forma simples, é o kit xenon de reposição que as pessoas instalam em seus carros que não tem xenon de fábrica, ou em farois auxiliares originalmente halógenos. Não são considerados originais de fábrica, e muitas vezes sua qualidade é inferior. É o conhecido kit xenon que você encontra na internet pra por no seu farol de neblina ou os que vendem em equipadoras, onde o principal ponto de origem do kit é a China, pais que faz de tudo (e também copia de tudo). Mas vamos falar bem da China daqui a pouco. OEM: É o xenon que vem de fábrica no carro. Totalmente dentro dos padrões. Essa expressão não se refere apenas ao xenon, mas a qualquer peça automotiva que seja “original”. Vamos deixar bem claro que não é a montadora do carro que fabrica as lâmpadas, reatores e muito menos os faróis. Como o nome “montadora” diz, ela monta o carro, mas já chega tudo pronto de outras empresas pra ela montar. Como hoje, conheço as diferenças, me causa certa “agonia” quando, por exemplo, vejo um vídeo mostrando detalhadamente um farol de xenon de uma BMW e nos comentários vejo algo do tipo: “é possível instalar esse kit xenon da BMW no meu Corsinha?”. Não, não dá. Pelo menos não diretamente. Talvez com uma gambiarra horrorosa, coisa que nem vou considerar. Mas tudo bem, é apenas um leigo no assunto. FUNCIONAMENTO Vamos deixar claro novamente, que no xenon de fabrica, assim como no aftermarket, o principio de seu funcionamento é igual. Ambos possuem uma lâmpada de descarga a gás, alimentadas por um reator elétrico de alta voltagem. Sendo que o de fábrica SEMPRE teve seu limite de potencia em 35w (Atualmente já tem carros com xenon com potencia de 25w, mas com desempenho igualmente fantástico). É comum encontrar kits aftermarket com 45w, 55w, 70w, 100w, ou mais. Digo e repito que não compensa ultrapassar os 55w, tornando-se até perigoso. Nenhuma lâmpada de xenon foi feita pra trabalhar NORMALMENTE acima de 35w. Com 35w você tira proveito do melhor que o xenon oferece: Menor consumo, até 3x mais luz e maior durabilidade. O próprio kit de 55w, apesar de funcionar bem, já reduz a vida útil da lâmpada em quase metade, além de esquentar muito mais. Dizem que xenon é uma luz fria. Sim é mais fria que a halogena, mas é quente pra CARALHO também. Não toquem na lâmpada acesa =) SOQUETES DE LAMPADA Muitos leigos podem não saber muito sobre xenon, mas pelo menos conhecem os tipos de soquetes de lâmpadas (h1, h3, h4, h11, h16, hb3, hb4, h8, etc). Eles buscam kits xenon aftermarket sempre com esses soquetes, por que seus carros não tem o xenon original de fabrica. Esses soquetes são de lâmpadas halogenas. O mercado aftermarket apenas conseguiu reproduzir o xenon nesses mesmos soquetes para facilitar a instalação em qualquer carro. Por isso é muito fácil se ter xenon hoje em dia, seja de boa ou de má qualidade. A qualidade do kit não será abordada nesse tópico. Quando o xenon OEM foi introduzido pela primeira vez no mercado na década de 90, foi-se criado uma nova categoria de soquetes, que nada tem a ver com os que listei acima. Acredito que os primeiros xenons de fabrica eram fabricados no soquete D2S ou D2R. Esse soquete é o mais utilizado nos retrofits que não optam por utilizar lâmpada h1. Usando D2S, torna-se possível fazer um retrofit com xenon original. Lista de soquetes de xenon original que conheço: D1S/D1R, D2S/D2R, D3S/D3R, D4S/D4R, D5S/D5R, DLS/D8S (acredito que existem outros, mas os mais comuns são esses). Lampada D1S Lampada D2S Lampada D3S Lampada D4S Lampada D5S CURIOSIDADES SOBRE AS LAMPADAS OEM - A lâmpada OEM consiste apenas nela mesma. Não saem 2 fios dela como nas lâmpadas aftermarket. Ela é sem fio. Por curiosidade, esses 2 fios são chamados de encaixes AMP. São iguais em todos os kits xenon aftermarket. - Cada lâmpada tem o seu tipo de reator próprio para ela. Por exemplo: A lâmpada d1s so funciona diretamente no reator feito para d1s, lâmpada d2s so funciona no reator feito para d2s, etc. Como elas não tem cabos, o cabo para alimentar vem do próprio reator, e este deve ser de mesmo encaixe de sua respectiva lâmpada. - A lâmpada d1s tem as mesmas características da lâmpada d2s, com exceção do soquete. Entao é possível fazer uma lâmpada d1s funcionar no reator d2s caso possua um adaptador para isso. Geralmente esses reatores especificam na própria carcaça que ele aceita lâmpada d1s/d1r e d2s/d2r, pois ambas as lâmpadas são de 35w e trabalham a 85v. O mesmo ocorre para lâmpadas d3s/d3r e d4s/d4r. Elas tem soquetes diferentes, mas tem as mesma características de funcionamento. Essas lâmpadas também são 35w mas trabalham numa voltagem de 42v. É o chamado xenon ecológico. Estas lampadas ecologicas não possuem mercúrio em sua composiçao, e podem ser descartadas normalmente no lixo. As de 85v ainda contem mercúrio e não podem ser descartadas de qualquer maneira. - As lâmpadas d2s e d2r são idênticas e possuem as mesma características de funcionamento, mas a d2r possui a mais uma pequena pintura na lente, para bloquear parte da passagem de luz, já que essas lâmpada são feitas pra farol refletor (SIM, EXISTE XENON OEM EM FAROL REFLETOR, MAS É UM REFLETOR ESPECIAL, DO QUAL FALAREI EM BREVE). Também há uma pequena diferença no soquete, que é apenas a disposição dos furinhos de encaixe (exemplificarei numa foto a seguir). É bastante simples diferenciar: as lâmpadas que possuem “R” no final, são feitas para refletor e possuem a pintura na lente (d1r, d2r, d3r...) e as que terminam com “S” são para projetor (d1s, d2s, d3s...). Essa é a unica diferença, mas esses furos menores acredito que servem so como uma referencia, pois o guia é o maior buraco e é ele que fixa no projetor para evitar que a lampada se mova. Isso nao impede de voce por uma lampada D2R em um projetor D2S, por exemplo. Mas isso nao faria sentido, pois o projetor iluminaria menos em funçao do revesimento no vidro da D2R. Esse mesmo principio se aplica às lampadas OEM com outros soquetes. Usei D2s/D2r so como exemplo. - Philips, Osram, Koito, Harison (Toshiba) e General Eletric são as marcas que conheço que fabricam lâmpadas OEM. - Toyota Corolla Seg/Altis (modelos anteriores) vinham com xenon OEM em farol refletor e utilizavam lâmpadas D4R (35w, 42v). É um refletor um pouco diferente dos halogenos normais. Não ofusca e tem uma linha de corte como um farol halógeno. Para quem vê de longe é como se fosse uma super branca bem forte no farol. Alguns Subaru Forester também tem xenon no refletor, mas utilizam d2r (35w, 85v). Algumas Mercedes antigas também utilizavam d2r. O Honda Accord também teve um ano que utilizou xenon em refletor. Com certeza há mais carros com refletor e xenon, mas os que sei de cabeça são esses. É bem fácil identificar, pois mesmo sem projetor, vocês verão as tampinhas dos lavadores de farol logo abaixo do farol desses carros. Farol do Corolla SEG com xenon OEM e lampadas Philips D4R 35w 42v - A Toyota atualmente esta equipando seus carros caros com faróis de Led, mas os que ainda utilizam ou utilizavam xenon, utilizavam d4s/d4r em toda sua linha. Ou seja, seguem a linha das lâmpadas mais eficientes e econômicas, assim como Volkswagem (menos o Fusca) e Audi utilizam d3s em toda sua linha equipada com xenon. A Jeep está utilizando lâmpadas d5s de 25w nos Renegade e Compass. Esses 2 carros da Jeep chegam a dispensar o uso do lavador de farol. Teoricamente, o de 25w iluminaria um pouco menos que os de 35w (coisa que ate ocorre, mas so se percebe com uso de equipamento de medição), mas na pratica, a iluminação é igualmente excelente. Com certeza essas lâmpadas de 25w serão um tendência, pois consumirão ainda menos e terão um tempo de vida útil ainda maior. Outro exemplo é o Volkswagen Fusca TSI, que possui farol de xenon DLS (25w) , leds diurnos e não possui lavador de farol. No fusca é facil notar que a intensidade da saída de luz é de fato menor que nos carros com xenon padrão 35w. Antes eu tinha essa dúvida sobre o xenon do fusca, pois sempre achei ele "fraco", e a resposta é essa: 25w. Acredito que esse tipo de xenon vai virar tendencia. O lançamento mais recente com essa lâmpada é a Ecosport Titanium 2018. Acredito ser 25w pelo fato de a mesma não possuir lavadores. REATORES OEM X REATORES AFTERMARKET Sabemos que o xenon não é uma luz que acende instantaneamente como os leds ou ate mesmo as halogenas. Ele precisa esquentar para atingir sua faixa adequada de funcionamento. Mas o tempo desse acendimento está diretamente relacionado à qualidade do reator. Voces já devem ter visto que os carros com xenon OEM têm um acendimento bem rápido (coisa de no máximo 5 segundos). As pessoas que geralmente usam kits de menor qualidade (esses de internet que custam por volta de 100-120 reais) se deparam com um acendimento que pode ser superior a 15 segundos, uma eternidade. Se deve a qualidade do reator, nada mais. Esses reatores vêm da China e são feitos sem nenhum controle de qualidade. O importante pra eles é a quantidade, pois devem fabricar uns 20 desses em 1 minuto. Ou seja, não tem como estimar um tempo de vida para eles. É uma questão de sorte mesmo. Além da expectativa de vida duvidosa , esses reatores costumam dar flicker (flicker é quando a luz do xenon parece tremer ou piscar um pouco), não dão a cor correta da lampada (uma lâmpada 4300k num reator desse pode ficar com aspecto de 6000k ou ate 8000k), não são devidamente isolados* e demoram uma vida pra acender totalmente. Esses sinais indicam que o reator é de baixíssima qualidade, mas infelizmente são os mais usados, devido ao baixo preço e a facilidade de adquirir. *O que eu quis dizer com “isolados” é o seguinte: Alguns desses reatores tem sua carcaça feita de plástico. O ideal é que seja uma carcaça sólida, feita de metal. Voces já devem ter se deparado com historias de kits xenon causando “bugs” no carro, como ativar o limpador de parabrisa sozinho, causar interferência no sinal de radio, alterar algo na central multimídia, etc. São sempre problemas elétricos. O que causa isso é a falta de isolamento do reator. Por que ao serem ativados, esses reatores liberam um campo magnético monstro (uma voltagem altíssima, cerca de 23mil volts), que pode facilmente interferir na eletrônica do carro. Reatores bem isolados não causam esse tipo de bug. Mas não quer dizer que sejam apenas os de plástico que fazem isso. Há reatores ruins com carcaça de metal que também fazem isso. Reatores OEM são devidamente isolados, dão a cor correta, não dão flicker, acendem rapidamente e duram muitos anos. Mas existem reatores aftermarket que também são tão bons quantos. Eu vou exemplificá-los em breve. A maioria dos OEM modernos tem uma desvantagem frente aos aftermarket: a falta de impermeabilidade. Qualquer aguinha que levarem podem queimar. Pois esses reatores foram feitos pra ficarem protegidos na carcaça do farol, longe da água. Entao não foi necessário investir em impermeabilidade. PRINCIPAIS REATORES OEM Hella: A Hella é uma fabricante alemã de peças automotivas, especialmente faróis. Também fabrica reatores OEM. Reatores de excelente qualidade. Para retrofit, eu indico o Hella Gen 3 (3ª geração). Ele é d2s/d2r, mas é extremamente resistente e robusto, inclusive impermeável. Eu utilizo esse reator em meu retrofit OEM, junto com lâmpadas Osram Xenarc. É um reator bem grandinho e pesado, difícil de esconder ele na lataria. Mas possui um acendimento rápido (cerca de 5 segundos) e bastante forte. Foi um reator muito utilizado na Mercedes, Audi e BMW até 2008. Hoje já existem versões mais atuais, porem mais complexas de adaptar no seu retrofit. Pra mim o Hella Gen 3 é o melhor reator para retrofit OEM. O meu por exemplo, era de um Audi A3 2006. É um reator com mais de 10 anos de vida e está firme e forte. Com certeza vai durar muitos anos ainda. Os hella atuais equipam alguns carros da Hyundai, Kia, Mercedes, Porsche, etc. Reator Hella Gen3 35w Reator Hella mais moderno Valeo: Marca francesa, que assim como a Hella, fabrica peças automotivas e especialmente faróis. Tem um acendimento um pouco mais rápido que o Hella pelos vídeos que vi. Nunca testei pessoalmente, mas é um reator OEM utilizado em diversos carros. Citroen C4, C5, DS4, DS5, Peugeot 408, 508, RCZ e carros da Volvo. Reator Valeo Koito/Denso: Koito e Denso são a mesma coisa, acredito eu. No reator pode vir escrito Denso ou Koito, mas são fisicamente iguais. São japoneses e na minha opinião, são os OEM com acendimento mais rápido de todos. Creio que em 3 segundos já estão totalmente prontos. Porem não tem nenhuma impermeabilidade, então é preciso cuidado ao instalá-los. Precisam ser muito bem protegidos da água. São utilizados na Toyota em versao D4S/D4R e algumas Land Rover mais antigas na versao D2S/D2R como mostrado na foto. Reator Koito/Denso D2S/DSR 35w Mitsubishi Eletric: Reator japonês com desempenho parecido com o Denso. Porem tem uma impermeabilidade melhor. São utilizados nos carros da Mitsubishi nas versoes D2S/D2R da foto e alguns Audi (D3S/D3R/D4S/D4R),Volkswagen (D3S/D3R/D4S/D4R) e BMW (D1S/D1R). Já vi um vídeo onde a Morimoto considerava esse o melhor OEM da atualidade. Mas em termos técnicos não sei dizer. Reator Mitsubishi Eletric D2S/D2R 35w Matsushita Eletric Works: Também conhecido por Panasonic Eletric Works é um Japonês que quem vê não dá nada por ele, é redondinho, pequeno e fofo. Mas tem desempenho de gente grande. Também não possui uma impermeabilidade muito boa. É utilizado pela Subaru (D2S/D2R) e alguns carros da Nissan equipados com xenon. Reator Matsushita D2S/D2R 35w Osram Xenaelectron: Reator recente que passou a ser feito pela Osram. A um tempo atrás nem sabia que existia. O que sei é que é D3S/D4S e equipa o Ford Focus Titanium Plus e Range Rover Evoque. Reator Osram Xenaelectron D3S/D3R/D4S/D4R 35w 42v AL Bosch: Um OEM que não sei muito sobre, mas equipa vários carros de luxo também. Carros da Maserati usam esse reator. Reator AL Bosch PRINCIPAIS REATORES AFTERMARKET Vou exemplificar os melhores aftermarket que conheço. Muita gente considera a Morimoto. Vou por na lista, mas o custo x beneficio considero baixo. Mas se você tiver grana, pode ir em frente. Mas tem 2 que vou citar que não devem nada a morimoto e são mais baratos. DLT Fast Bright: Tem versões de 35w, 55w e 70w, chamados de F3, F5 e F7 respectivamente. Podem ser com ou sem canbus. Recentemente descobrimos que estão fabricando uma versão com 45w de potencia. São os mais rápidos em acendimento dos aftermarket e dão a cor correta da lâmpada. Segundo Frances, o de 55w é mais rápido que os OEM. Já utilizei o de 35w e sei do que estou falando. Com um desses, não quero nem saber de reator da morimoto. Só notei uma desvantagem: Ele causava uma pequena interferência em algumas estações de rádio (não todas) se eu estivesse na estrada, longe das capitais. É so um pouco de chiado a mais. Nada grave. Ele tem esse pequeno defeito de isolamento, pelo menos no meu carro. Pode ser que com outros não aconteça nada. Mas não deixa de ser excelente. Outra desvantagem é só ser achado com um preço acessível no aliexpress. Tem que ter paciência pra esperar chegar. Hyluxtek ou Hylux: Grande reator. Pra mim so não é o melhor por que o acendimento dele é lento. Entre 8 e 10 segundos. Mas parece ter um isolamento melhor que o DLT e na minha opinião chega a ser um pouco mais forte em iluminação. Há vídeos de comparação entre ele e o DLT no youtube. Tirem suas conclusões. Porém há versões dele com acendimento rápido, mas nunca vi ao vivo se é melhor que o DLT. Diferente do DLT, pode ser comprado no Mercado Livre com um investimento de pouco mais de 300 reais no par. Muito bem gastos por sinal. Tambem não deve nada a morimoto. Ate a morimoto vende hyluxtek no site dela. K2on ou K2: Estou botando a K2on nessa lista meio forçadamente. A uns 2 anos era uma marca de xenon consagrada no Brasil. O kit tem preço meio salgado no mercado livre. O kit em si é bom (enquanto não queimar). Na minha opinião, comprar k2 hoje é um tiro no escuro. Tem dado muito defeito ultimamente. Voce fica dependendo da garantia se queimar. Outro fato curioso é que a lâmpada da K2 é na realidade Cnlight (fabricante chinesa de lâmpadas). Entao se você comprar lâmpada da cnlight, da no mesmo. Ainda sai mais barato. Morimoto: Marca americana consagrada. Faz muito sucesso nos EUA, por isso consideram a melhor de todos os aftermarket. Nunca testei os kits deles ao vivo, ate por que nunca tive (muito caro). Mas pelos vídeos, não vejo nada que DLT e Hyluxtek não façam. O acendimento mesmo é muito mais lento que o DLT. Entrem no WWW.theretrofitsource.com e vejam tudo que eles vendem. Só tem coisa boa, mas prepare-se pra gastar. Pheshion: Reatores de 45w com ótima velocidade de acendimento e uma ótima escolha pra quem deseja mais luz mas ainda tem medo de usar 55w. Assim como as lampadas dessa marca sao da Yeaky, também acredito que os reatores são feitos por ela. Com certeza há outros bons kits, mas esses são os que já pude ver em funcionamento. Entao so cito eles por enquanto. PRINCIPAIS LAMPADAS OEM Philips: Criadora do xenon para carros. É holandesa. 85122: Lampada padrão d2s 4300k. Standard de fábrica. 85141: Lampada padrão d1s 4300k. Standard de fábrica (também conhecida por Xenstart). 85126: Lampada padrão d3s 4300k. Standard de fábrica. 42406: Lampada padrão d4s 4300k. Standard de fábrica (também conhecida por Xeneco). Com terminação XV (X-treme vision): Se a lampada tiver um desses números acima + um XV no final, significa que é a versao com 4800k que promete mais luz. EX.: 85122XV (lâmpada D2S) Com terminação WX: Lampada de 6000k para carros com xenon de fabrica. Osram: Concorrente alemã da Philips, também com excelente lâmpadas: 66240 xenarc: Lampada padrão d2s 4200k. Standard de fábrica. 66140 xenarc: Lampada padrão d1s 4200k. Standard de fábrica. 66340 xenarc: Lampada padrão d3s 4200k. Standard de fábrica. 66440 xenarc: Lampada padrão d4s 4200k. Standard de fábrica. Com terminação Xenarc Nightbreaker: Lampada de alto desempenho com 4200k, provavelmente é a lâmpada xenon OEM com a melhor iluminação de todas. Com terminação CBI (Cool Blue Intense): Lampada de 5500k que promete 20% mais luz do que as Standard e rivaliza com a Philips X-treme Vision. Hoje essa lampada passou a ser 6000K, mas com as mesmas especificações técnicas da anterior. Com terminação CBH (Cool Blue Hyper): Lampada de 6000k para carros com xenon de fábrica. Recente lançamento da Osram. Koito: Não sei as definições de cada soquete dela. Sei que é japonesa e possui 4200k. Equipava alguns carros da Mitsubishi por aqui ate 2011. Já utilizei essa lâmpada em meu retrofit. Muito boa. General Eletric Xensation: Não tenho informações a respeito. Mas sei que é bem amarelada. Quase uma halogena. PRINCIPAIS LAMPADAS AFTERMARKET Yeaky: Na minha opinião, as melhores em custo x beneficio pra quem é um pouco mais exigente e nao quer usar Cnlight, mas também não pretende usar OEM. São chinesas, por incrível que pareça. Podem ser encontradas em todos os soquetes e nas tonalidades 4500k, 5500k e 6500k. Já forneceu para a Morimoto a certo tempo atras. E são tão boas quanto as OEM. Porem só facilmente encontradas no aliexpress. No Mercado Livre geralmente são encontradas pelo dobro do preço real. Cnlight: Chinesa (de novo), maior fabricante de xenon do mundo. Lampadas de boa qualidade também, feitas com material importado, assim como as Yeaky. Dispnivel em todos os soquetes e de cores que variam de 3000k a 12000k. São mais acessíveis que as Yeaky, encontradas no Mercado Livre a preços bons. É a melhor escolha visando o custo x beneficio em um kit bacana. K2: Voce paga mais caro numa lâmpada so pelo nome k2, mas ela é Cnlight Ball na verdade. Morimoto: Já teve como fornecedora a Yeaky, e é bastante facil confundir uma com a outra se acender lado a lado. Não sei dizer a verdadeira origem dessas lampadas atualmente, mas sabe-se que também são feitas na China. A qualidade é excelente. Muito comparável a uma lampada OEM. Eu acreditava até pouco tempo atrás que ainda eram as mesmas lampadas da Yeaky, mas testes entre as lampadas 5500K das duas marcas mostraram uma disparidade notável em favor da Morimoto, além do fato dela ser mais branca que a própria Yeaky. Mas testei pessoalmente as 4500k de ambas as marcas e posso afirmar que a diferença é bem pequena. A Morimoto ganha por pouquissima coisa a olho nu. O que joga contra é o preço um pouco elevado, mas vale cada centavo! Taichang: Chinesa, segunda maior fabricante do mundo, já fez parceria com a Philips. Mas nunca consegui achar pra vender. Philips: Sim, a Philips também faz kits aftermarket. Mas com certeza suas lampadas sao de procedencia chinesa. So se acha importando. Pararam de importar para o Brasil, quando o xenon foi proibido por aqui. Curiosamente o kit da Philips não possuía encaixes AMP, e sim um padrão próprio criado por eles, chamados de KET. Era necessário um adaptador KET p/ AMP para plugar as lâmpadas em reatores de outras marcas. Osram: Mesma historia da Philips. NHK: Fabricante de procedencia de projetores e lampadas. Testes recentes indicam que essas lampadas podem ser mais fortes que as próprias Morimoto. Prometem ser nossa referencia em aftermarket num futuro próximo. Mas não estão disponiveis a venda no Brasil ainda. Mas para dizer se são as melhores de verdade, só a longo prazo mesmo. Pheshion: Lampadas Yeaky com acabamento diferenciado (mais chamativo apenas). Acompanham o kit Pheshion 45w. Mas seguramente são as mesma lampadas comuns da Yeaky. Todas essas lâmpadas, assim como as OEM, possuem proteção UV, que evita amarelamento das lentes do farol. Esse é um dos grandes problemas das lâmpadas sem procedência. RESUMO DA ÓPERA: XENON AFTERMARKET NÃO É A MESMA COISA QUE XENON OEM. XENON NÃO É TUDO IGUAL!