Os Melhores


Conteúdo popular

Mostrando o conteúdo mais gostado em 03-08-2018 in todas as áreas

  1. 1 ponto
    Pessaol, Farei um pequeno texto explicativo do que é e como se faz um retrofit. Perdoem se alguma coisa ficou ininteligível por erro de digitação ou de construção de frases. A matéria ainda está em construção, devendo ser acrescentados fotos, vídeos e links externos. O que é Retrofit? Segundo Wikipedia: “Retrofit é um termo utilizado principalmente em engenharia para designar o processo de modernização de algum equipamento já considerado ultrapassado ou fora de norma.” No caso de automóveis, mais especificamente em faróis, significa trocar lâmpadas halógenas originais por par de projetores normalmente por lâmpadas xenon. Alguns carros até saem de fábrica com projetores, mas pecam por alguns aspectos: 1) Usam lâmpadas halógenas; 2) Projetores de má qualidade; 3) Normalmente de foco único, isto é, tem somente a “luz baixa”. Alguns exemplos: Astra da GM e Palio da FIAT. Existem bons projetores no mercado como Q5 – cópia da Koito Q5, que equipam alguns carros mais modernos já de fábrica – que com certeza, melhorará bastante a qualidade de iluminação. https://www.youtube.com/watch?v=Ka7BkUCg6ZU Mas por que usar projetores? Não bastaria só trocar as lâmpadas halógenas por um kit xenon? Não, não é bem assim, pois apesar de melhorar consideravelmente e iluminação, passa a ofuscar quem vem em sentido contrário na mesma proporção, porque a parábola de um farol halógeno não foi projetada para uso de xenon. Já um projetor dispõe de escudo, que delimita a altura do facho de luz baixa evitando que se ofusque motoristas tanto pela frente como por trás (acredito que muitos já passaram por essa situação). E um projetor já é bi-xenon pela própria construção, mesmo usando uma única lâmpada. Como é feito isso? Lembra-se do escudo que falei antes? Esse escudo é removido (baixado) por acionamento de um motor/solenoide passando à luz alta. Outra vantagem de se usar projetor é o aumento de largura horizontal do facho de iluminação, possibilitando melhor visualização de detalhes como placas de aviso, pedestres, meio-fio, calçada, etc. ATENÇÃO! Oficialmente é proibido o uso de lâmpadas xenon e veículos automotores no Brasil. Sendo assim, esse post tem apenas intuito informativo, e portanto, nem o Fórum Retrofit Brasil, muito menos o autor é responsável caso alguém seja barrado/multado/veículo recolhido em decorrência desse artigo. FAÇAM POR SUA CONTA E RISCO!!! Já o uso de LED é (ainda) liberado, mas pelo andar da carruagem deve ser logo logo proibido. Isso acontece em decorrência de abuso dos usuários (como aconteceu com xenon no passado) ao simplesmente colocar lâmpadas LED em faróis projetados para se usar halogenas, passando a ofuscar todos que vem em sentido contrário (e até dos que vão à frente). Quais cuidados devo tomar? Primeira coisa a considerar é se a lente do farol é lisa ou não. Sendo lisa, a instalação é relativamente simples, bastando remover a lente e colocar o projetor pela frente do farol. Já uma lente listrada (como nos faróis de carros mais antigos), ou se arranja uma lente lisa, ou não a tendo encontrado, terá de polir a lente, ao menos onde apontar a lente do projetor. Segundo cuidado é qual dos seguintes encaixes de lâmpada usa o carro: H1, H4 ou H7 (ou outros, esses tres são os mais comuns)? Isso porque é mais fácil a colocação de projetores nesses padrões. Não que seja impossível em outros modelos, mas seria bem mais trabalhoso, havendo inclusive a necessidade de se “arrombar” a parte traseira do farol. Uma outra coisa a considerar é o tamanho físico do farol, principalmente quanto à profundidade para que o projetor não fique batendo na lente. Na maioria dos casos se usa projetores de 2,5”, mas há casos em que só cabe um de 2”, bem como faróis maiores que aceitam o de 3” (inclusive ficaria até esteticamente feio um farol grande com projetor pequeno, que pode ser compensado com uso de Shroud de 3" + adaptador para 2,5"). Devemos escolher também pela questão estética, o acabamento (ou máscara) do projetor – chamado Shroud e traduzido como “mortalha” em muitos sites estrangeiros como no Ali Express - . Basicamente existem dois tamanhos: 2,5” e de 3”. Ainda existem modelos variados devendo ser escolhido de acordo com gosto de cada um, ou o que ficar melhor esteticamente no farol e no carro. Normalmente o acabamento já vem junto com projetores, mas não deixa muita opção. Por isso, deve-se comprar à parte se desejar algo específico. Definir a cor da lâmpada. A cor é indicada em °K (graus Kelvin, que muita gente pensa se tratar erroneamente de temperatura). Quanto menor o grau (3000°K) é amarela a cor, passando pela branca levemente amarelada (4300) , branca (6000), azul (em torno de 8000) chegando a até roxo, lilás, etc. O ideal é usar 3000°K para farol de neblina e de 4300 a 6000°K para farol normal. Particularmente prefiro 4300 para farol principal por não chamar tanto a atenção de fiscalização. Por que isso? Porque apesar de muitos usarem, o xenon é proibido oficialmente. Já as de LED não estão proibidas, o problema é encontrar uma que ilumine tanto quanto uma de xenon. Muita gente usa de 8000°K, ou mais por questão estética, mas a coloração ideal, inclusive na chuva, é em torno de 4300°K. Uma vez precisei de 6000 e não achei na minha cidade (só de 8000 para cima) à pronta entrega. Usar lâmpadas e (principalmente) reatores de boa marca. Pois isso influi bastante na qualidade de iluminação. Certamente você já deve ter visto lâmpada xenon com coloração meia esverdeada (existem lâmpadas com essa tonalidade também, mas aqui estamos falando de lâmpadas que deveriam iluminar, por exemplo, na cor branca) e isso é causado pela má qualidade do reator (aqueles kits xenon de menos de R$100,00). Obviamente a lâmpada também influi, pois as mais baratas não tem tratamento anti-UV estragando o refletor do projetor precocemente. Como e Onde comprar? Projetores - Como foi dito no início, o ideal é projetor Q5. Mas se não quiser gastar tanto, mas ainda com boa qualidade, tem os Mini H1 (é bom pesquisar um pouco antes de definir, porque existem de várias qualidades). Lâmpadas Xenon – Existem várias marcas, todas chinesas de boa qualidade, tais como: Cnlight, Yeaky, etc. Reatores Xenon – Os mais conceituados – pelo menos aqui no Retrifit Brasil – são da marca DLT (quando originais, pois já existem muitos falsificados) por um preço razoável. Já um pouco mais caro existem os Hylux. Os DLT além de bom preço, ainda é de partida rápida (um reator “comum” leva cerca de 15~30 segundos até estabilizar a cor). Tanto lâmpadas como reatores podem ser adquiridos no Mercado Livre, ou se não tiver pressa, comprar diretamente na China – no Ali Express que seria o “Mercado Livre” de lá -. Uma marca “brasileira” relativamente boa, mas que tem oscilado de qualidade ultimamente é a K2on (no Mercado Livre). Vendem lâmpadas e reatores separadamente ou em forma de kits. A vantagem é a facilidade em recorrer à garantia. Kit de chicote bi xenon – É aconselhável usar um chicote por dois motivos: 1) proteção, principalmente dos reatores e; 2) pelo custo – é fácil de ser encontrado no Mercado Livre por um preço razoável. Existem uns truques de se usar diodo, mas não se recomenda atualmente pelo custo/benefício de se usar um kit de chicote (vem o próprio chicote, fusível e relé, além de conectores tanto para lâmpadas, reatores e bateria). Montagem Depois de definir o que usar e tendo às mão é chegada a hora de montegem. É a parte prazerosa se você é um daqueles adeptos de DIY ou FVM (Do It Yourself ou Faça Você Mesmo, literalmente). Existem algumas etapas que antecedem a montagem propriamente dita como retirar os faróis do carro; abrir os mesmos; eventual pintura; etc. Mas antes de tirar o farol, devemos fazer marcação do foco luminoso na parede, para servir de referência quando estiver ajustando a posição do projetor já montado no Farol. Para isso pode usar umas tiras de fita crepe ou isolante. Não mova mais o carro até que o serviço esteja concluído, pois perderia a referência por mais que recoloque o carro onde estava. Acho esse método mais prático, mas pode se fazer a mesma coisa com o farol fora de carro. Marca-se a posição do farol na mesa/bancada e o foco na parede. Veja esse vídeo do Frances explicando Como fazer Retrofit. Aqui não vou comentar da remoção de faróis, porque para cada carro existe uma particularidade de fixação. Só tomem o cuidado de marcarem na parede as linhas de corte de cada farol com algum tipo de fita. Isso é MUITO IMPORTANTE quando forem ajustar o foco do projetor já montado no farol. Abertura Creio que a parte mais desafiadora é a abertura do farol. Mas antes vamos falar de ferramentas e materiais necessários para a execução do serviço: - As peças a serem trocadas: como projetores, reatores, lâmpadas, etc; - Soprador térmico; - Alicate para remoção de grampo de forro das portas – será usado para separar lente do corpo de farol; - Alicate de bico fino; - Alicate de bomba d’água – para fechamento do farol; - Chaves de fenda de tamanhos variados; - Chave Philips (caso haja necessidade); - Cola – Butílica de preferência, mas pode se usar de outros tipo; - Par de luvas; - Pano para proteger o farol; - Pano para limpeza geral; - Caixa de papelão caso vá montar um “forno” para aquecer faróis; - Tinta em spray para alta temperatura (de preferência) caso deseje (fazer) máscara negra. Ideal ter também: - Grampos (sargento) para forçar a lente à carcaça enquanto a cola “cura”; - Aranha (elástico usado em motocicletas) para mesma finalidade; - Micro retífica (dremel) caso haja necessidade de algum ajuste por desbaste ou tiver que retrabalhar carcaça e/ou refletor; - Kit de ferramenta para abrir farol com cola Permaseal. Bom, como falei lá em cima, a parte mais desafiadora é a abertura do farol, principalmente se for daqueles que usa cola PermaSeal que é sólida (não é como a butílica que amolece ao ser aquecida). De qualquer forma (sendo butílica), é necessário aquecer a caraça do farol por trás junto à canaleta onde se encaixa a lente com soprador térmico (há quem use secador de cabelo, mas depende muito da potência – em torno de 1500~2000W -) por cerca de 15~20 minutos. Usar o soprador a mais ou menos 10cm de distância, mudando de lugar constantemente para não aquecer de mais num só ponto. Pode se usar também o soprador dentro de uma caixa de papelão para funcionar como estufa (o tempo é igual). Colocar uma chave de fenda na canaleta e a borda da lente. Acompanhar a canaleta sempre forçando com moderação para que a lente se separe da carcaça do farol. Para tal pode se usar o alicate de remoção de grampo de forro. Esse alicate, ao contrário dos comuns tem a "ponta que se abre" ao apertarmos os cabos facilitando o trabalho de abertura do farol. Remover o máximo de resto de cola depois de aberto o farol – tanto da canaleta como da lente -. Extras Caso queira fazer máscara negra ou algum outro tipo de alteração, essa é a hora. Montagem dos projetores Normalmente os encaixes dos projetores são plug and play (principalmente se a lâmpada original do farol for H4 ou H7). Mas há os que são necessários “arrombar” tanto a parábola (refletor) como a parte traseira do farol. Aqui vamos falar dos plug n play. A sua colocação é praticamente intuitiva. Alguns cuidados a serem tomados: 1 – Fazer um pequeno furo na parábola para passagem do fio do solenoide de luzes alta/baixa (desmontar o conector ao passar os fios); 2 – Colocar o disquinho de silicone de acordo com tipo de encaixe da lâmpada na parte traseira do projetor; e 3 – Usar a “chapinha” (adaptadores que aparecem na frente da foto do projetor) de acordo com o encaixe da lâmpada. Colocar a porca de fixação apertando o suficiente para que projetor fique firme na parábola. Ajuste Montar provisoriamente no carro e proceder ao posicionamento correto do projetor dentro do farol, tomando como referência a marcação feita na parede antes de remoção dos faróis. Não feche ainda. Fazer o mesmo com outro farol e agora ajustar os dois corrigindo eventual erro do farol anterior. O importante aqui é as linhas de corte dos dois faróis formar uma linha reta. Dar um bom aperto final nas porcas e se possível passar alguma cola para travá-las para que não se solte com trepidações (estradas ruins e principalmente dos paralelepípedos). Fechamento Conferir pela última vez e fechar estando tudo em ordem. Passar a cola na canaleta; colocar a lente; apertar bem e aquecer com soprador ou na estufa. Apertar bem com alicate de bombeiro. Prender com grampo ou elástico de motociceta/bicicleta até que a cola se cure. O procedimento acima de aquecer só se usa em cola de butil, podendo dispensar essa parte para outros tipos de cola. PARABÉNS! VOCÊ É MAIS UM RETROFITER FELIZ USUFRUINDO DE TUDO QUE É BOM DE ILUMINAÇÃO.